sábado, setembro 03, 2005

Cântico aos 7 ventos


Todo este amor foi consumido,
Demonstrei-o sem azo,
Desperdicei-o ilusoriamente,
Crendo que sonhando acordasse
Que a felicidade me abarcasse
E o delírio se manifestasse
Nesta demente alucinação que é a vida.

O vento arrastou-me sobre as ondas,
O claridade feriu-me na noite,
O luar extinguiu-se,
A vida manifestou-se aniquilada,
E cantou o pranto das estrelas
Amarguradas por tal desencanto
De acordar o cepticismo em que isto se transfigurou!

Oh, cântico das trevas!
Oh, luminosidade que me cegais!
Oh vida... que amargura,
Que destreza me dais!

Invoquei pelo destino,
Avultei notável existência
Idealizando que a perfeição tinha acordado,
Acolhendo minha ânsia,
De modo tão irreal
Que se configurou surreal...

Mas que metamorfose ocorreu?
Que golpe a vida me deu!
Que ingenuidade esta existência ressurgiu,
Em que o destino violentamente caiu
E manifestou sua atrocidade,
Contemplando-me com a verdade
De que jamais conhecerei a pureza
e viverei eternamente nesta incerteza...

4 comentários:

Anónimo disse...

Hey I was just blogg surfing and I found you. Great blogg, keep it up. If you are interested in legitimate business opportunity go visit, it is the best stuff I have seen on the net

Anónimo disse...

Saw you site and I admired it. I've been trying to get a site my self, 5 Hot Hairstyles for 2005, it appears anything in the make-up or jewelery area seem to do quite well. Some other words appear to be black hairstyles. Well, enjoyed your site and hope all goes well.

Anónimo disse...

Your blog is creative Keep up the great work. This may be of interest to you; ouija board in respect to info on ouija board

ad_intra disse...

Pensava que era a única "gaija" na família com veia poética... Pelos vistos enganei-me... LOL
Nesta casa é só artistas!!! LOL
Kisses sister!